quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Amor Meu*



Guardo em ti cada pedacinho de mim. Cada sonho, cada objectivo e cada fracção do meu amor!
Desde o primeiro momento que é em ti que o meu pensamento se concentra, dia e noite..mesmo quando não estás presente fisicamente. Pois foi no teu amor que encontrei tudo o que o meu coração necessita...Tu dás-me muito do que não tenho nem encontro em mais ninguém. Todo o amor, toda a paz, e a infinita alegria de te ter a cada dia que passa. E dás-me o mais importante que uma mulher pode desejar do seu amado: o teu mundo, o teu coração...o teu ser por completo entregue a mim numa partilha intensa e verdadeira. 
Sei que vais buscar forças ao mais profundo de ti para me proporcionares sempre os melhores  momentos, para me ajudares a superar cada instante mau e para tornares sempre tudo perfeito, sem nunca te cansares e precisares de agradecimentos...apenas te ofereces sem hesitar, sem te cansares de lutar, sem desistires. És o meu grande orgulho e também aquele que acredita em mim incondicionalmente na mesma medida que me amas, sem limites. 
Em ti encontro um escudo que me protege do mundo, uma voz carinhosa e disponível que me embala todas as noites, um sorriso sincero, uma mão pronta para me erguer.
És um pilar para mim, mesmo quando não te sentes a cem por cento, és o ponto de equilíbrio que me faz tudo ultrapassar pois sei que a tua mão estará sempre agarrada à minha. És quem eu mais amo e quero, o meu mais puro tesouro, aquele a quem dediquei o meu eu, que me causa saudades ao fim de dois minutos do 'até já', o homem da minha vida, por quem eu irei sempre lutar, aquele em quem eu penso a cada milésimo de segundo...és todos os elogios e adjectivos possíveis mesmo que eu não consigo descrever por palavras tudo o que sinto por ti!
E quando te encontro pelo meio da multidão ou ao longe à minha espera é como se o meu mundo parasse e então esqueço tudo e todos como se no mundo existíssemos só eu e tu, felizes e únicos.



11 comentários:

  1. Selinho no meu blog para ti.
    Página: Stamps
    Selo: 6
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Sempre tão amorosa minha querida. Dou o melhor de mim, sabes

    ResponderEliminar
  3. É mesmo assim minha querida. Eu só consigo escrever quando estou sentir mesmo algo, não escrevo só por escrever, aliás nem consigo. Prefiro não escrever durante um tempo e ter noção daquilo que sinto e depois aí sim se sentir-me preparada para tal, o faço.

    ResponderEliminar
  4. Caso escrevesse sem sentir algo, parecia-me que estaria a mentir-me a mim mesma e não pode ser querida.

    ResponderEliminar
  5. talvez tenhas razão :)
    muito obrigada querida *

    ResponderEliminar
  6. Acima de tudo, temos que ser verdadeiros connosco próprios querida.

    ResponderEliminar

deixa um sorriso (: